Use um kimono e tenha uma vida mais saudável!


A prática de exercícios físicos traz uma série de benefícios para a saúde, incluindo o estado mental e emocional dos praticantes. Tradicionalmente, pensamos em atividades como caminhada, corrida e esportes coletivos, tais como vôlei, futebol e basquete.

Contudo, entre as melhores práticas esportivas estão as artes marciais, cujo kimono simboliza não só o respeito ao adversário, mas também uma cultura bastante forte e marcante.
 
As artes marciais trazem consigo um código de condutas, regras de respeito ao próximo e valorização do próprio indivíduo. O kimono, nesse caso, reflete a sua aparência enquanto atleta, no qual o cuidado, o zelo com traje e as cores das faixas aumentam a responsabilidade do lutador.

Neste post você vai descobrir mais sobre essa peça e como os exercícios nos quais ela é utilizada podem contribuir para a sua saúde física e mental.

A filosofia por trás do Kimono


Além de serem técnicas de defesa pessoal, as artes marciais auxiliam na manutenção de um estilo de vida mais saudável.

A filosofia pregada pelos diferentes tipos de lutas — como o karatê, o judô e o taekwondo — visam, sobretudo, criar uma sintonia física, mental e espiritual, na qual o praticante se compromete a ser justo, respeitar o adversário, se manter fiel aos ensinamentos do estilo de cada arte marcial, evitar as agressões, ser honrado, entre outros pontos. 

O kimono, vestimenta utiliza para a prática desses esportes, começou a ser usada no judô e só depois de um tempo ganhou espaço nas demais atividades. Existem kimonos próprios para cada tipo de luta, mas a função da peça, de modo geral, é priorizar o conforto do atleta durante a realização dos exercícios e facilitar o combate.

Porque praticar alguma arte marcial


Além de propiciar aos praticantes o autoconhecimento e a disciplina, as artes marciais também possibilitam a entrada em uma cultura diferente da nossa, com ensinamentos milenares bastante engrandecedores.

Somado a isso, oferece diversos benefícios para a saúde, entre eles podemos destacar:

        flexibilidade do corpo, uma vez que o praticante é desafiado a fazer movimentos complexos;
        melhora da coordenação motora;
        melhora da agilidade, facilitando as técnicas de defesa pessoal;
        promoção de momentos de relaxamento e alívio do estresse;
        desenvolvimento da autoestima;
        prática do autocontrole, já que machucar o oponente não é a intenção dos exercícios;
        auxílio na perda de peso, visto ser uma atividade aeróbica;
        desenvolvimento da disciplina, representada na evolução das faixas e graus de conhecimento do aluno;
        despertar da importância de levar uma vida mais saudável, promovendo condicionamento físico melhor;
        possibilidade de ser praticada por pessoas de várias faixas etárias, tanto homens quanto mulheres.

Como começar uma arte marcial

Primeiramente, não deixe de consultar seu médico para uma análise da sua condição física atual. Após, encontre um ambiente agradável, com profissionais formados e experientes, que lhe ensinarão os caminhos e os valores da luta escolhida.

Por fim, adquira o seu material pessoal, como kimono, luvas, faixas, caneleiras, protetor bucal e o que mais for solicitado. Afinal, tudo é para o seu bem-estar e proteção.

Valores sólidos como respeito ao próximo e autoconhecimento são pilares dessas práticas esportivas. As artes marciais se caracterizam por serem um caminho de aprendizado, ao mesmo tempo em que trazem benefícios para o corpo e para a mente dos praticantes.

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Super recomendo a pratica de artes marciais. Pratiquei karatê em toda minha adolescência e começo da vida adulta. Saudades de vestir meu kimono, da paz encontrada nos treinos. Preciso melhorar meus horarios e voltar a vestir meu kimono.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!