Os vegetais com folhas verdes escuras realmente combatem o câncer?

Você não pode errar incorporando muitos vegetais crucíferos, que incluem brócolis e couve de bruxelas, assim como folhas verdes escuras como couve e rúcula, em sua dieta.


P. Os vegetais crucíferos são realmente úteis para combater o câncer?

R. Não há dúvida de que vegetais crucíferos, que incluem brócolis, couve-flor e couve de bruxelas, assim como nabos e folhas verdes escuras como couve e rúcula, são bons para você. Eles são ricos em fibras, pobres em calorias e ricos em nutrientes, incluindo vitaminas C, E e K, folato e minerais.

Se comê-los também ajuda a prevenir o câncer é um assunto de intensa pesquisa, disse Vandana R. Sheth, porta-voz da Academia de Nutrição e Dietética. "Enquanto os estudos em animais de laboratório encontram benefícios significativos, na medida em que protegem o DNA e os benefícios anti-inflamatórios, em humanos, os resultados dos estudos em humanos são mistos", disse ela.

Todos os vegetais crucíferos contêm glucosinolatos, substâncias naturais que se decompõem durante o corte, cozimento, mastigação e digestão em compostos biologicamente ativos chamados isotiocianatos e indóis. Em experimentos de laboratório em ratos e camundongos, esses compostos foram encontrados para inibir cânceres da bexiga, mama, cólon, fígado, pulmão e estômago. Eles protegem as células do dano ao DNA inativando os carcinógenos e diminuindo a inflamação. Eles também podem ajudar a inibir a formação de vasos sanguíneos e a migração de células tumorais, processos que ajudam a disseminar o câncer.

Mas os estudos em humanos foram inconsistentes. Muitos estudos não encontraram associação entre a ingestão de vegetais crucíferos e cânceres de próstata, cólon e reto, pulmão ou mama. Outros estudos, no entanto, descobriram que os homens que comiam dietas ricas em vegetais crucíferos tinham menor risco de câncer de próstata, e que as mulheres cujas dietas eram ricas nesses vegetais tinham um risco menor de câncer de mama.

Fonte: NY Times

Postar um comentário