Citocinas como Terapia Imunológica contra o câncer

Os pesquisadores da Center for Cancer Research (CCR) foram pioneiros no uso terapêutico de uma classe de citocinas chamadas interleucinas, aproveitando com sucesso seu potencial terapêutico para tratar pacientes.

As citocinas são pequenas proteínas que transportam mensagens entre as células e são conhecidas por desempenhar um papel crítico na resposta do corpo à inflamação e ao ataque imunológico. Os pesquisadores da CCR foram pioneiros no uso terapêutico de uma classe de citocinas chamadas interleucinas. Em colaboração com parceiros acadêmicos e comerciais de todo o país, os cientistas da CCR conduziram com sucesso a tradução de várias interleucinas com potencial terapêutico demonstrado do laboratório para o paciente.

A interleucina-2 (IL-2), a primeira citocina encontrada com benefício terapêutico, foi descoberta em 1976 por Robert Gallo, MD, e Francis Ruscetti, Ph.D. A equipe demonstrou que essa citocina poderia estimular dramaticamente o crescimento das células T e natural killer (NK), que são parte integrante da resposta imune humana. Este trabalho seminal permitiu que os pesquisadores cultivassem e estudassem células T em laboratório pela primeira vez, mudando o campo da imunologia para sempre.

Postar um comentário

0 Comentários