Suplementos de ômega-3 podem oferecer pouca ajuda contra ataques cardíacos

pouca ajuda em ataques cardiacos
Tomar um suplemento diário de ácidos graxos ômega-3 pode não reduzir sua chance de ataques cardíacos ou derrames se você já tem uma doença cardíaca ou está em alto risco, sugere uma meta-análise publicada em 31 de janeiro de 2018 pela JAMA Cardiology .

Os pesquisadores compararam 10 estudos que incluíram quase 78.000 pessoas, das quais aproximadamente 47.000 eram homens, com uma idade média de 64 anos. Cada ensaio envolveu pelo menos 500 pessoas que tomaram doses diárias de um suplemento de ácido graxo ômega-3 ou placebo menos de um ano. Todos os participantes tiveram doenças cardíacas, sofreram um acidente vascular cerebral, ou estavam em alto risco para essas condições.

Após mais de quatro anos, não houve redução significativa na taxa de infartos e ataques cardíacos fatais e não fatais entre o grupo de suplemento. Os ácidos graxos ômega-3 também não mostraram nenhum benefício entre os subgrupos - por exemplo, pessoas que tinham diabetes, tinham altos níveis de colesterol ou usavam estatinas regularmente.

Os pesquisadores notaram que a dose diária média era de 1.000 miligramas, e mais pesquisas são necessárias para verificar se quantidades maiores podem ser melhores. Não se sabe se obter ômega-3 apenas a partir de alimentos como peixe gordo pode produzir resultados diferentes.

Além disso, embora estudos anteriores tenham sugerido que os suplementos de ácidos graxos ômega-3 poderiam reduzir o risco de um segundo ataque cardíaco, a pesquisa de acompanhamento não confirmou isso.

Fonte: HHP

Postar um comentário

0 Comentários