Câncer de Pulmão, miniatura pode revolucionar a investigação

Se tem dois assuntos polêmicos aqui no blog, é falar sobre maconha (cannabis sativa) e câncer de pulmão. Ambos são fortes geradores de comentários como os abaixo :


"Parem de respirar tb!" Este comentário foi uma reposta ao comentário anterior no artigo sobre o Naguilé que dizia: "parem de fumar qualquer coisa"

A ciência já fez inúmeras pesquisas e divulgou vários resultados a respeito dos danos causados pelo fumo, entre eles, claro o câncer de pulmão. Estimativa do Instituto Nacional do Câncer de novos casos: 27.330, sendo 16.400 homens e 10.930, mulheres (2014);

Algumas pesquisas são alentadoras, como esta dos pesquisadores do Fraunhofer Institute for Interfacial Engineering and Biotechnology, da Alemanha, que criaram um pulmão artificial em miniatura que tem o potencial de melhorar significativamente o processo de desenvolvimento de tratamentos para câncer de pulmão. 

Em adição à possibilidade de substituir os testes em animais atualmente usados ​​para testar novos medicamentos, a modelagem "pulmão 3D" pode ser utilizado para expandir o entendimento de como o cancer do pulmão se espalha para o resto do corpo.



Com um volume de apenas metade de um centímetro cúbico, o mini-pulmão é constituído por células de cancer do pulmão humanas que crescem no tecido e é ligada a um bio-reator que faz com que ele simule o "respirar", bombeando um meio nutriente por meio de seus vasos sanguíneos. O modelo é, portanto, capaz de reagir à medicação o mesmo que pacientes humanos reais.

"Nós desenvolvemos um sistema de teste 3D inovador que nos permite simular exatamente o que acontece no corpo humano", diz o professor Dr. Heike Walles, cientista responsável pelo grupo do Projeto de modelos de  tecnologias regenerativas em Oncologia. "Os modelos animais pode ser a melhor que temos no momento, mas, mesmo assim, 75 por cento dos medicamentos considerados benéficos quando testado em animais falham quando usados ​​para tratar os seres humanos ".



O modelo também é capaz de regular a rapidez e quão profundamente o pulmão respira, e pode ser usado para ajudar a investigação sobre as metástases. Metástases é a disseminação de um cancer de uma parte do corpo para outra parte não adjacente do corpo.

A investigação será apresentado ao público pela primeira vez na Convenção Internacional BIO, em San Diego, Califórnia, em 23 de junho.
Fonte: Fraunhofer
As pesquisas são feitas para cada vez mais, qualificar e tratar as pessoas que ainda relutam  em abandonar este hábito nocivo, que muitas vezes precisa de ajuda especializada para o auxilio ao combate ao tabagismo.
Você que é tabagista, e quer abandonar o hábito, pode procurar grupo de apoio, utilizar medicamentos e fazer terapia psicológica.
Se você optar por um medicamento, verifique este aqui, o Champix distribuido pela SARE Drogarias.
Todo medicamento deverá ter, obrigatoriamente, o acompanhamento médico adequado e em caso de ser alérgico ou ter reações adversas ao medicamento, suspender imediatamente o seu uso.
A Medicina tem avanços significativos, mas cada paciente tem suas peculiaridades, que de deverão ser analisados e tratados por profissionais da saúde qualificados.
Aguardo para saber quais comentários teremos a respeito de mais esta "cruzada anti-tabagismo". 

Postar um comentário

0 Comentários