Câncer de ovário, silencioso e mortal

O Câncer de Ovário é um tipo de neoplasia maligna cujos sintomas geralmente se confundem com os de doenças não tão graves e, quando realmente incomodam, já é tarde demais. Por isso, é conhecido também como "câncer silencioso”. 

Os sintomas na fase inicial da doença raramente levam as mulheres ao consultório médico, pois são corriqueiros e, aparentemente, "normais”. Perda de apetite, menstruação irregular, mudança nos hábitos intestinais, dores abdominais persistentes e complicações intestinais são sintomas importantes para a detecção da doença.

Já falei no meu artigo Cancer de Pancreas, silencioso, letal e traiçoeiro,  que infelizmente, se este não é diagnosticado em seu estágio inicial, geralmente quando já está em estado terminal (nível IV) , as células do cancer podem ter se espalhado para todo o corpo, e chegar ao pulmão e outros orgãos, a taxa de sobrevivência é de 2% a 3%.

Entre todos os tipos de cânceres em mulheres, o câncer de ovário é o que tem a taxa de sobrevivência mais baixa.

Sendo diagnosticado anualmente em quase 250.000 mulheres em todo o mundo, o câncer de ovário é responsável por 140.000 óbitos por ano. Os dados estatísticos indicam que apenas 45% das mulheres com câncer de ovário têm probabilidades de sobreviver por cinco anos, em comparação com 89% das mulheres com câncer de mama. As nações desenvolvidas e em desenvolvimento são igualmente afetadas por essa doença.

Não existem testes de detecção precisos e seguros para o câncer de ovário. O que sabemos é que existe um determinado número de fatores que aumentam o risco de a mulher desenvolver câncer de ovário:

Idade: A maioria dos casos de câncer de ovário ocorre em mulheres com mais de 55 anos, dado que chegaram à menopausa. Todavia, alguns tipos de câncer de ovário podem aparecer em mulheres jovens.

Antecedentes familiares: As mulheres para quem é maior o risco (relativamente à população geral) de desenvolverem câncer de ovário são as que têm dois ou mais parentes que tiveram câncer de ovário, da mama, do cólon ou do útero, quer seja do lado paterno ou materno da família.

Postar um comentário

1 Comentários

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!