Câncer recorrente mata o escritor Gabriel García Marquez

Gabriel García Marquez
Nesta quinta-feira (17/04), faleceu, no México, o escritor colombiano Gabriel García Márquez, vítima de câncer recorrente, que afetou pulmão, gânglios e fígado, mesmo depois de doze anos  vencer a batalha contra um câncer linfático, o câncer se espalhou por outras partes de seu corpo. Mas porque isto ocorre?
Cientistas americanos descobriram um mecanismo no DNA que funciona como uma espécie de "relógio biológico" que pode medir a idade dos tecidos e dos órgãos e que ajudaria a entender o processo de envelhecimento, informou a revista "Genome Biology". 
Este relógio biológico revelou resultados particulares, já que os testes dos tecidos saudáveis do coração mostram que sua idade biológica é aproximadamente nove anos mais jovem do que o pensado, enquanto os tecidos mamários femininos envelhecem mais rápido que o resto do corpo.

"Os tecidos mamários femininos, inclusive os saudáveis, parecem mais velhos que outros do corpo humano. Isto é interessante levando em conta que o câncer de mama é o câncer mais recorrente nas mulheres. Além disso, a idade é um dos fatores de risco do câncer, de modo que este tipo de resultado poderiam explicar por que o câncer de mama é tão recorrente", acrescentou Horvath.
No caso do escritor, a família optou  por não o submeter a quimioterapia para câncer de pulmão, mesmo porque as respostas são geralmente de curta duração; a sobrevida média é raramente superior a 12 meses e, geralmente, menos de 6 meses após a terapia de quimoterapia.

Postar um comentário

2 Comentários

  1. É complicado ....partes do corpo que envelhecem mais rapido ....

    ResponderExcluir
  2. ADEUS GABRIEL, talvez nossos ideais políticos não fossem o mesmo mas sei admirar uma mente brilhante ADEUS GABRIEL....ADEUS

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!