Pode comer chocolate prevenir o câncer?

O título é bem sugestivo não é?? Mas antes de sair por aí, comendo chocolate em demasia, vamos explicar e talvez, mostrar que as pesquisas nem sempre são a maneira correta de visualizar o tratamento (ou até a sugestão) para determinada doença. 

A maioria dos estudos pré-clínicos, são experiências que usam animais de laboratório (no presente caso, ratos e ratazanas) ou células de crescimento em placas de laboratório. O tema dos experimentos com células envolve a adição de produtos químicos específicos de chocolates (como polifenóis, catequinas e proantocianidinas) e observando o que eles fazem para diversos processos celulares que são conhecidos por ter um efeito sobre a formação de câncer, o crescimento, propagação, etc.

Alguns dos experimentos de ratos e camundongos foram adicionado produtos químicos específicos de chocolate para alimentar dos animais, enquanto outros usaram extratos de chocolate líquido ou em pó de cacau sem açúcar.

Estas experiências têm encontrado alguns efeitos interessantes. Alguns dos estudos com animais (mas não todos) descobriram que essas substâncias reduziram a formação de câncer ou o crescimento em animais que foram expostos a substâncias causadoras de câncer conhecidos, e alguns descobriram que os cânceres que já estavam lá desenvolveram-se  mais lentamente.  

É importante reconhecer que as células e animais nestes estudos pré-clínicos não tenham sido expostos a produtos doces de chocolate, e a nenhum dos produtos comercializados em nossos estandes de vendas, sejam eles,  hipermercados, confeitarias e demais locais onde estão a disposição este produto típico de páscoa e de dia dos namorados.

Então vamos aguardar novas pesquisas e evidências para que esta "doce" realidade nos dê um motivo saudável (além de nossa gula) para ingerir nosso chocolate do dia a dia.

Fonte: ACS

Postar um comentário

1 Comentários

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!