Cancer de mama, estudos internacionais mostram alternativas para combater a doença

No ano passado, foram 1,6 milhão de casos de câncer de mama no mundo inteiro contra 640 mil identificados na década de 80. É o que aponta o relatório da World Breast Cancer Report, através do Instituto de Pesquisa da Prevenção, na França. Em 2010, cerca de 450 mil mulheres morreram vítimas desse tipo de tumor. 

No Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Mastologia, o índice de novos casos de câncer de mama passou de 75% em 1975 para quase 89% em 2012. São esperadas 52.680 novas ocorrências somente para este ano, conforme estimativa do INCA.

Graças ao trabalho integrado entre e médicos e cientistas, a evolução dos tratamentos não para nos centros de referência em pesquisa e desenvolvimento. O empenho dos profissionais e a disponibilidade dos pacientes em contribuir com estudos favorecem a diversidade de alternativas clínicas e o avanço nos métodos de diagnóstico. 

É o caso, por exemplo, do pertuzumabe, medicamento aprovado recentemente pela Anvisa para tratar pacientes que apresentam o câncer HER2 positivo em fase metastática – um tipo agressivo que corresponde entre 15% e 20% de todos os casos da doença – e do TDM 1, uma terapia-alvo com base na composição entre dois fármacos que ataca diretamente as células malignas e que ainda se encontra em fase de aprovação.

Fonte: Clinionco

Postar um comentário

1 Comentários

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!