Cancer de mama, consumo de alcool antes da primeira gravidez aumenta o risco


O alto consumo de alcool (mais de duas doses diárias)  por mulheres antes de sua primeira gravidez aumenta o risco de desenvolver câncer de mama , segundo descoberta de  pesquisadores americanos.

As mulheres que bebiam mais entre o primeiro período, conhecido como menarca, e sua primeira gravidez também enfrentam um maior risco de doença benigna da mama (BBD), de acordo com o estudo  liderado pelo Dr. Ying Liu da escola de medicina da Universidade de Washington em St Louis .

Cada aumento de 10g por dia no consumo de álcool aumenta o risco de câncer de mama em 11%, constatou o estudo, publicado no Journal of the National Cancer Institute.

Para as mulheres com uma ingestão de pelo menos 15g de álcool por dia - cerca de duas unidades, ou um copo de tamanho médio de vinho no Reino Unido -, o risco foi 34% maior do que para os não-bebedores.

Os pesquisadores escreveram: "Quanto maior o  intervalo entre a menarca e a primeira gravidez, maior é o risco de câncer de mama de uma mulher.

"Em comparação com mulheres não consumidoras de alcool,, com intervalo de 10 ou mais anos entre a menarca e a primeira gravidez tiveram 26% e 81% maior risco de câncer de mama e BBD proliferativa em nossa análise, respectivamente."

Acredita-se que o tecido da mama de uma mulher é  especialmente sensíveis aos disparadores de câncer durante este tempo.

"Reduzir o consumo de álcool durante este período pode ser uma estratégia de prevenção eficaz", concluíram os pesquisadores.

As conclusões foram tiradas a partir de um estudo realizado nos EUA de saúde e estilo de vida de 91.000 enfermeiras com idades entre 15 a 40.

Entre aqueles com história de gravidez a termo, foram registrados 1.609 casos de câncer de mama e 970 casos de BBD.

As mulheres que nunca tiveram filhos, ou retardar engravidar, já eram conhecidos por serem mais suscetíveis ao câncer de mama.
Fonte: The Guardian

Postar um comentário

1 Comentários

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!