Dia Mundial sem Tabaco

Neste dia, comemora-se o dia mundial sem tabaco, já falei do artigo Brasil sem cigarro que um aplicativo para smartphone para os sistemas operacionais IOS e Android tem permite, após o simples preenchimento de um formulário, que as pessoas saibam quantos cigarros já fumaram, quantas horas perderam com o vício, bem como quanto dinheiro queimaram com a sua compra. 

Mas o marketing das industrias de cigarro é poderoso e tem alcance global, mesmo com todas as restrições de exposição em mídias (proibida na televisão, rádios, jornais e revistas).  As diversas apresentações como Cigarro refrescante, Cigarro doce, Cigarro cheiroso. Isqueiros e pacotes de cigarros à mesma altura de doces e balas em pontos de venda não são coincidências. 

Outro caso grave relatei no meu artigo O câncer não vence antigos vicios e habitos "...Fumante inveterado, o pulmão não aguentou a carga agressiva de todos os veneno contidos nos cigarros, desenvolveu um câncer agressivo que (não alegoricamente) abriu buracos no pulmão. Mesmo em estado terminal e internado em hospital, não hesitava em tentar subornar enfermeiros, técnicos e arrumadeiras do quarto para conseguir um cigarro, segundo ele, "somente mais um".  Morreu "fumando" ou pelo menos "tentando...."

 

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Ufa ... ainda bem, mais de 25 anos parei com este vicio ....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Joselito,

      Fazes muito bem, a tua saúde agradece, eu nunca fumei, apesar de pai, vô e irmão tabagista.

      Abraço e obrigado pelo comentário

      Excluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!