Os cuidados paliativos reduz a morbidade e mortalidade em cancer


Apesar das melhorias em terapias contra o câncer, ainda é a principal causa de morte no mundo. Muitos pacientes experimentam sintomas mais graves, desnecessárias durante o tratamento, que nada mais fazem que prolongar dolorosamente o final da vida do paciente.

Muitas vezes, os pacientes recebem cuidados 'agressivos' no final da vida, que é discordante com as suas preferências. Os cuidados paliativos é uma abordagem que se concentra na comunicação e qualidade de vida, incluindo o tratamento do sofrimento físico, psicológico e espiritual.

Esta abordagem é adequada para doentes com cancer , em estágio terminal,  limitando ao longo do curso da doença. Um crescente número de evidências apoia a integração dos cuidados paliativos na rotina do tratamento do câncer , devido aos benefícios no controle dos sintomas, qualidade de vida, satisfação do paciente e utilização de recursos.

Os cuidados paliativos podem ser executados em regime de internamento, ambulatório e tratamento domicilar (em casa). A especialidade e infra-estrutura associada está se expandindo rapidamente com o apoio da comunidade médica internacional. 
O modelo ideal de como incorporar os prestadores de cuidados paliativos no tratamento de pacientes com câncer ainda está para ser definido; futuras pesquisas são necessárias para o desenvolvimento de sistemas de execução e melhorar o acesso aos serviços de cuidados paliativos.

Através da colaboração entre oncologistas e equipes de cuidados paliativos, há esperança de melhorar a qualidade da assistência aos pacientes com câncer tanto curáveis, bem como ​​os que não há mais cura.

Fonte: Nature

Postar um comentário

0 Comentários