Pessoas isoladas correm mais risco de ter câncer


O médico e escritor Henry Lodge, autor do livro "Fique mais jovem a cada ano" (Editora Sextante) deu as explicações e confirmou a tendência. "Muitas pesquisas apontam como a conexão emocional é importante. Quanto mais observamos, mais entendemos que nossos cérebros estão programados para viver em comunidade, tanto entre duas pessoas quanto para laços sociais em grupos"

Para ele, muitas pessoas vivem mais isoladas do que o normal. "As pessoas são diferentes, há quem lide melhor com isso, mas a maioria sofre com esse grau de isolamento em termos de humor, energia, otimismo e ímpeto, além de ter uma saúde mais frágil, com risco maior de ataque cardíaco e câncer. É um jeito perigoso de se viver", alertou Henry. 
 
Leia a resenha do livro no site da Editora Sextante 

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Olá.
    Seu blog é muito legal,gostei,parabéns.
    Até mais

    ResponderExcluir
  2. Geraldo, para quem não suporta solidão, tudo pode acontecer afetando a saude.

    Bjs

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!