A sociedade doente e as doenças que mais venderão em 2012

As pessoas cada vez mais vivem em uma sociedade doente, na qual sobra pouco tempo e dinheiro para o lazer. Com isso, as pessoas adoecem e, quando surge um remédio que propõe a felicidade instantânea, correm atrás como se corressem atrás do pote de ouro no final do arco-íris. É cultural. E se o médico diz: “Olha, seu problema é emocional. Procure uma terapia, relaxe um pouco”, a pessoa não volta mais. 

Quem faz a festa com tudo isto? A indústria farmacêutica mundial!!

Confira este trecho do artigo assinado por Martha Rosemberg para o fóton Blog :

"Como a indústria farmacêutica conseguiu que um terço da população dos Estados Unidos tome antidepressivos, estatina, e estimulantes? Vendendo doenças como depressão, colesterol alto e refluxo gastrointestinal. Marketing impulsionado pela oferta, também conhecido como “existe um medicamento – precisa-se de uma doença e de pacientes”.

Não apenas povoa a sociedade de hipocondríacos viciados em remédios, mas desvia os laboratórios do que deveria ser seu papel essencial: desenvolver remédios reais para problemas médicos reais.
"

Fonte : fóton Blog

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Concordo plenamente.. com essa ânsia em encontrar remédios para tudo, e as vezes para todos, os laboratório as vezes deixam de produzir o que realmente seris o bem necessário.
    Glau

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!