Câncer de mama, quimioterapia evitável?

Quando comecei esta coluna fixa as quartas-feiras, falando sobre saúde e mais especificamente sobre câncer, colhi muitas experiências positivas, comentários e dúvidas que pude ampliar em artigos. Comecei falando de Melanoma , depois foi a vez de falar sobre o câncer de pulmão, desdobrado em três artigos: Câncer de Pulmão, sem glamour , Câncer, exposições perigosas à silica e finalmente Câncer de Pulmão, outros esclarecimentos

Os desdobramentos em três artigos do Câncer do Pulmão deveu-se, primeiro, a dúvidas sobre as causas da doença, segundo, reforçar que o tabagismo é o principal agente em 90% dos casos. Altamente mortal, a sobrevida média cumulativa é de cinco anos em 13% a 21% dos casos em paises desenvolvidos e de 7% a 10% em paises em desenvolvimento, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer. No fim do século XX, o câncer de pulmão se tornou uma das principais causas de morte evitáveis. (¹).

O artigo de hoje enfoca o câncer de mama e um importante pesquisa publicada na revista Nature Review Clinical Oncology, de responsabilidade dos pesquisadores Philippe L. Bedard & Fátima Cardoso, da Divisão de Oncologia Médica e Programa de Desenvolvimento de Drogas do Princess Margareth Hospital, de Toronto, Canadá.

Crédito da Foto: Steven Fruitsmaak 
Segundo os pesquisadores, não há benefícios significativos no tratamento com quimioterapia adjuvante para estágios iniciais do câncer de mama. Entende-se a quimioterapia como tratamento de doenças por substâncias químicas que afetam o funcionamento celular. 

Popularmente, o termo refere-se à quimioterapia antineoplásica, um dos tratamentos do câncer onde são utilizadas drogas antineoplásicas (²). O tratamento pode ter indicação como terapia exclusiva, adjuvante ou neo-adjuvante. A terapia exclusiva é quando o principal tratamento adotado para combater o câncer é o de quimioterapia. Adjuvante, é geralmente o tratamento complementar aplicado após o tratamento primário, como a cirurgia, por exemplo. 

E, neo-adjuvante é o que precede a cirurgia, utilizado para diminuir o tumor e a agressividade do procedimento. (³)

É mais uma pesquisa para qualificar a vida de paciente seja ela no pré-cirúrgico ou no pós-cirúrgico. A ciência cada vez mais preocupa-se com a qualidade de vida dos afetados pela doença, continuaremos a divulgar estas boas novas sempre que elas surgirem, por Câncer é uma doença terrível, mas não é o fim e sim um novo começo.
Referencias:
(³) - Quimioterapia Adjuvante - Hospital A. C. Camargo

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Eu nunca soube quais são os primeiros passos, o que vem primeiro a ser feito. É interessante ler artigos como este, não que eu tenha medo de um dia vir a ter cancer, mas que sempre temos algum amigo ou parente que descobriu e não saber nada é muito ruim. Para darmos a real atenção, precisamos aprender lendo.

    Eu sei, por exemplo, de pessoas que tentaram terapias alternativas, acho que vale a pena quando o desespero é grande, mas não é solução.

    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!