Cancer de Pulmão, outros esclarecimentos

Quando do meu artigo inicial desta coluna fixa sobre Câncer, falei do Melanoma a repercussão foi a melhor possível. 

O próximo assunto foi Câncer do Pulmão , um leitor (anônimo) perguntou outras causas para a doença, além do tabagismo. Pesquisando, descobri uma doença laboral causada por exposição à silica no artigo Câncer, exposições perigosas à silica. Em resposta a esta postagem, o leitor identificado (ou identificada, já que o perfil não identifica a pessoa) como jin , que era o comentarista anônimo do artigo anterior. A pergunta era sobre os fatores de risco da exposição a silica.

Foto: Unicamp

Como o leitor pediu esclarecimento sobre a questão e outras causas para o Câncer de Pulmão, foi novamente pesquisar. Esta exposição chama-se silicose, como definição é uma doença respiratória causada pela inalação de poeira de sílica que produz inflamação seguida de cicatrização do tecido do pulmão. É uma das mais antigas doenças provocadas pelo trabalho, sendo que atualmente, no Brasil, é a principal doença pulmonar de origem ocupacional (pneumoconiose). (¹)

Fatores de risco

A silicose decorre da exposição à sílica livre (quartzo), especialmente na mineração subterrânea de ouro, nas indústrias extrativas de minerais, no beneficiamento de minerais (corte de pedras, britagem, moagem, lapidação), nas indústrias de transformação (cerâmicas, marmoarias, abrasivos, fundições), na fabricação do vidro e de sabões, na construção civil e, em algumas atividades como protéticos, jateadores de areia, trabalhos com rebolos ou esmeril de pedra, escavação de túneis, cavadores de poços e artistas plásticos. (²)

Em 1996 a IARC (International Agency for Research on Cancer), classificou a sílica como grupo I, ou seja, substância descrita como carcinogênica para humanos. A questão da associação entre exposição à sílica e/ou silicose e câncer de pulmão é polêmica. Há um excesso de risco em silicóticos, porém em expostos não silicóticos o risco é próximo ao da população de referência. (³)

O número estimado de trabalhadores brasileiros potencialmente expostos a poeiras contendo sílica é superior a 6 milhões (cerca de 4 milhões na construção civil, 500.000 em mineração e garimpo e mais de 2 milhões em indústrias de transformação de minerais, metalurgia, indústria química, de borracha, cerâmicas e vidros).

Vários agentes ambientais e ocupacionais são hoje reconhecidos como cancerígenos para o pulmão, destacando-se entre eles: 

- radiações ionizantes em minas de urânio e outras minas, laboratórios, ambulatórios, hospitais, na agricultura e na indústria; 

- arsênico em minas e fundições de arsênico, fundições de cobre, zinco e chumbo, produção de pesticidas, curtumes, produção de pigmentos de tintas, nas indústrias eletrônicas, farmacêutica e metalúrgica; 

- asbesto (amianto) em minas de asbesto, construção civil, estaleiros, manufaturas de fibrocimento (telhas, caixas d’água, tubulações, pisos), fabricação e uso de material de fricção (lonas, pastilhas de freio e discos de embreagem) e de isolamento térmico (refratários) e, nas indústrias têxteis; 

- berílio em indústria eletrônica e aeroespacial e, na fabricação de reatores nucleares; 

- cromo em galvanoplastias (cromação), curtumes, manufaturas de cromatos e pigmentos e, na fabricação de aço inoxidável; 

- ferro em minas de ferro, aciarias, fundições e soldagens; 

- níquel em refinarias de níquel, galvanoplastias, fabricação de aço inoxidável, catalisadores e pigmentos e, nas indústrias petroquímica e da borracha; 

- clorometil éteres em laboratórios químicos, anestésicos e manufaturas de resinas de trocas iônicas; 

- hidrocarbonetos policíclicos aromáticos em coquerias (siderurgia), e trabalhadores expostos a asfalto, piche, alcatrão, ceras de parafinas e óleos lubrificantes; 

- outros agentes como gás mostarda, acrilonitrila, cloreto de vinila, cádmio; 

- processos de trabalho em trabalhadores do setor da borracha (especialmente nas indústrias de pneus), das indústrias de pigmentos e das refinarias de cobre.

Segundo Instituto Nacional do Câncer (INCA) evidências na literatura mostram que pessoas que têm câncer de pulmão apresentam risco aumentado para o aparecimento de outros cânceres de pulmão e que irmãos, irmãs e filhos de pessoas que tiveram câncer de pulmão apresentam risco levemente aumentado para o desenvolvimento desse câncer. Entretanto, é difícil estabelecer o quanto desse maior risco decorre de fatores hereditários e o quanto é por conta do hábito de fumar.

Estimativas de novos casos: 27.630, sendo 17.800 homens e 9.830, mulheres (2011);

Referencias


(²) - idem

Postar um comentário

4 Comentários

  1. Ja suspeitava, vo continua fumando adoidado. Ate conseguirem me provar que tabagismo realmente provoque cancer de pulmao.

    Pela lista, facilmente se conclui que cancer de pulmao é causado por N razões.
    De que adianta não fumar e ser contaminado por outros meios bem mais faceis?

    ResponderExcluir
  2. Olá Boa tarde.
    Meu nome é Rafael, sou pesquisador sobre o câncer e suas patologias.
    Há algum tempo eu tive um caso bem grave de câncer na minha família, onde foi muito complicado lidar com isso, pois um tio meu estava bastante desanimado a abatido e procurava muita força comigo, então tive sempre que estar e me mostrar bem perante ele, para nunca desanima-lo do tratamento, pois também sentia muita falta do cigarro, o que lhe causou Câncer de Pulmão,no incício ele pensou que não fosse apenas uma "tossinha", mas depois viu o grande problema que tinha.
    Um dia,na internet, procurando mais sobre câncer, foi onde encontrei o site institucional do Hospital de Câncer de Barretos, onde tirei muitas dúvidas que tinha e como ajudar a meu tio com seu caso, tendo muito apoio e juda com tudo que precisei.
    Quem quiser acessar e dar uma olhada:

    www.cliquecontraocancer.com.br

    Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  3. Para quem se interessar mais sobre os riscos do tabagismo, além do câncer de pulmão, tem aqui um link sobre como o cigarro influencia no câncer de bexiga:
    http://cidavillela.blogspot.com.br/2012/04/diamantina-e-meus-apuros-logo-depois.html?showComment=1362076656494#c3453170036384803492

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!