Estrada vai arruinar Serengeti

Nos grandes documentários sobre a vida selvagem na África olhamos para as manadas de gnus, zebras e gazela, andando ao fundo da tela, geralmente em primeiro plano, os predadores, leões. O parque ícone destas reportagens é o Serengueti

O Parque Nacional de Serengueti é um parque nacional de grandes dimensões (cerca de 13.000km²), no norte da Tanzânia, África. Ele é famoso pelas migrações anuais de gnus, zebras e gazelas que acontecem de maio a junho.

Património Mundial — UNESCO - Imagem via Wikipedia
No Parque vivem mais de 35 espécies de grandes mamíferos como leões, hipopótamos, elefantes, leopardos, rinocerontes, girafas, antílopes e búfalos. O parque também possui hienas, chitas, macacos, além de mais de 500 espécies de pássaros.


Serengueti, na linguagem da tribo dos masai, a Maa significa "imensas planícies". Essa tribo vive nas dependências do parque e adjacências e parte do Quênia.

O Serengeti é um dos ecossistemas mais valiosos do planeta. Então porque é que o Presidente Jakaya Kikwete da Tanzânia quer construir uma estrada nele?

Especialistas em conservação avisam que a estrada proposta poderia conduzir todo o ecossistema do Serengeti para o colapso por interromper ou desviar as rotas de migração. Nenhuma migração de gnu. Nenhum turista mais. As conseqüências parecem terríveis.

Planos para uma estrada através do Serengeti foram rejeitados antes por razões ambientais . O Banco Mundial se recusou fundos em 1980, e as avaliações de impacto por consultores externos na década de 1990 constatou que o dano provável era um preço demasiado elevado para maior comodidade dos transportes.

O desejo do presidente para pressionar o caminho através do Serengeti é particularmente intrigante, uma vez que uma rota alternativa, mais ao sul e fora dos limites do parque, traria muitos dos mesmos benefícios económicos do aumento do comércio e evitar os efeitos mais graves.

Alguns observadores afirmam que o governo chinês está definido para financiar os 480 milhões de dólares do projeto, para ajudar a extrair matérias-primas, como minerais a partir de seus investimentos existentes no leste da África. Não houve explicação oficial das razões da decisão ou de onde virão de fundos. É difícil para alguém de fora do governo da Tanzânia saber ao certo.

Se você identificou na noticia, uma possivel exploração predatória de um dos mais belos parques de vida selvagem do mundo, não está sozinho. O Presidente ,possivelmente, em épocas eleitorais faz promessas de campanha, depois não as cumpre, reedita as promessas para a população que já esqueceu que descumpriu-as uma vez. Esta febre de descumprimento de promessas de campanha parece ser mundial, então vale tudo até destruir um patrimônio inestimável de vida natural.


Vejam  o vídeo do Parque (abaixo) que está ameaçado de acabar por causa desta "estrada da morte"

Postar um comentário

2 Comentários

  1. O Serengeti deveria ser um lugar sagrado e intocável, com o passar dos anos, todos animais neste mundo, vem perdendo seus habitats. Eu acredito que isso será uma catastrofe. Com certeza existe interesse financeiro, a tal famosa palavra "ganancia".

    ResponderExcluir
  2. concordo com a Sissym, lugares sagrados assim deveria ser proibido qualquer tipo de ação que estragasse o santuário da natureza.
    abçs

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!