Conversas de domingo, um pouco de história romana

Este semana foi árida e tensa, notícias dramáticas e macabras abrindo e fechando o noticiário, pensei em mudar o assunto de minhas linhas aqui, falando sobre Julio César, general e estadista romano, logo a imagem de seu assassinato por Brutus, seu filho adotivo repercute. Outra notícia ruim para escrever aqui? Não!!

Melhor pensar nele na divertida história de Asterix e Obelix, os irredutíveis gauleses. Pesquiso daqui e dali para pegar uma divertida história, descubro que Asterix existiu realmente e foi vencido por ... Júlio Cesar.

Conheciam esta história? Eu não, então vou colocar um trechinho que li no blog Fascinante Mundo da História, em seu artigo O verdadeiro Asterix foi derrotado por César :

"O líder histórico dos gauleses que inspirou a criação de Asterix, liderou a resistência contra Roma. Derrotado no campo de batalha, e forçado a se render, sua epopéia foi transformada em mito a serviço do nacionalismo francês. Vercingetorix cruzou a história como um meteoro. Sua principal epopéia durou apenas nove meses do ano de 52 a.C.. Ela foi narrada no último livro de César sobre sua conquista das terras onde hoje existe a França, a Guerra das Gálias. Muitos séculos depois, esse chefe gaulês se transformaria em um mito fundador da história francesa, e depois em ícone mundial, ao servir de inspiração para o personagem de história em quadrinhos Asterix.

Vercingetorix se entregado para César. Os relatos do
imperador romano imortalizaram e enalteceram
seu inimigo. Vercingetorix joga suas armas
aos pés de César, oléo sobre tela, Lionel Noel Royer,
1899, Crozatier, Le Puy-en-Velay.

O historiador latino Florus descreveu o líder gaulês como “aterrorizante por seu aspecto físico, por suas armas e por seu caráter”. Para o grego Dion Cassius era “impressionante por seu tamanho e por suas armas”. Nesses dois retratos estereotipados, reconhecemos o lugar-comum da Antigüidade clássica sobre os gauleses: todos eram grandes e assustadores. E loiros, de pele branca, cabelos longos, bigode, comiam e bebiam muito, enfim, verdadeiros gauleses de quadrinhos! O único que viu Vercingetorix e que poderia fazer uma descrição física apropriada foi César. Mas este preferiu falar sobre seu caráter."

Este trecho que coloquei aqui está no blog citado e é baseado na Revista História Viva. 

 

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Geraldo
    Ninguém viu ou verá Deus e O pintam como um velhinho bravo. Coisas do homem.
    Abç
    Felipe

    ResponderExcluir
  2. De fato, historia nao foi meu forte na escola, mas essas historias são sempre mto interessantes.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!