As leis em país com comportamento plutocrata

Gostaria de começar aqui com algumas citações do estadista alemão Otto Von Bismarck [1815-1898]:

"A política não se faz com discursos, festas populares e canções; ela faz-se apenas com sangue e ferro"

"Um grande estado não pode ser governado com base nas opiniões de um partido"

"Praticamente não existe palavra nos dias de hoje que se tenha usado tão mal como a palavra ''livre'' ... Não confio nela porque ninguém quer a liberdade para todos; todos a querem para si" 

"Leis são como salsichas. É melhor não ver como elas são feitas.
"

Confesso que este estadista alemão tem um que de atualidade, já que no nosso glorioso país, tudo é feito a socapa (disfarçadamente) para os reais objetivos não venham a luz do esclarecimento popular : Nosso Brasil brasileiro é um  país plutocraca, sigam-me:

Para melhor compreendermos o que é nosso regime econômico e político, vejamos algumas definições do que vem a ser plutocracia:

1) o poder daqueles que detêm a riqueza;

2) o governo regido pelas classes mais favorecidas economicamente;

3) a influência das elites econômicas no exercício do poder.

O artigo 1º da Constituição Brasileira de 1988, a chamada constituição cidadã, diz: "Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos, ou diretamente, nos termos desta constituição".

Vamos ver também a questão dos nossos nobres representantes nos estados e no Congresso Nacional:

- 1ª, nós somos obrigados a votar numa relação de pessoas que se apresentam como candidatos a nossos procuradores, não temos, pois, o direito de livremente escolhê-los;

- 2ª, não é o representado que diz o que deve ser feito, mas, sim, o representante, e, normalmente, o que é feito é alheio aos interesses do representado, do povo trabalhador e explorado.

Então cada vez mais em épocas de eleições, o fervor cívico não me toma, porque sei que não temos uma verdadeira representação popular, sim um grande acordo de grupos politicos querendo assumir o poder, assim podem beneficiar seus principais representantes (e seguidores).

Nenhum presidente, por mais popular que seja, tem força suficiente para preincidir de um acordo politico com o Congresso Nacional e a troca de favores e benesses acabam por tirar todo o encanto que, por ilusão, tivessemos quando da renovação de esperanças.

Sei que um dia eu tive um sonho (parafraseando o genial Martin Luther King) : que nossas leis fossem tão eficientes quanto esta noticia, repercutida em todos veículos de comunicação:

"Lindsay Lohan viola condicional e é condenada a 90 dias de cadeia

Audiência determinou que a atriz desrespeitou os termos de sua condicional e não foi semanalmente à clínica de reabilitação."

Posso dizer o seguinte: tive inveja desta noticia!!! Aqui a realidade é bem diferente, mas fazer o que ? quem sabe um dia copiamos o que eles tem de bom no sistema legal de lá.
  
(Com informações do soartigos.com  e ego)

Postar um comentário

4 Comentários

  1. Grande Geraldo, por um momento achei a questão da plutocracia grafada errada ... mas, em outro momento fiquei na duvida cruel ... poderia realmente ser uma "putocracia" e estaria tudo certo ... ou não, afinal é como nos sentimentos dentro dela ...

    ResponderExcluir
  2. vê algo desse tipo sendo feito aqui? duvido muito meu amigo. Aqui no Brasil só seguem os maus exemplos do mundo a fora. Leis aqui (se é que se pode chamar de leis) tem dono.
    abçs e vou indicar.

    ResponderExcluir
  3. Realmente amigo Geraldo... ao ver a notícia da Lindsay Lohan chega a dar uma ponta de inveja. Pois mais importante que ter a lei é fazer ela valer para todos.
    Forte abraço, Fernandez.

    ResponderExcluir
  4. aaaaaaaaaaa com certeza eles copiaram sim
    mas podecre q naum vai ser o q há de bom
    otima leitura tchê
    bjo grande

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!