Um anjo voltou ao céu


Acredito que de tempos em tempos, Deus envia alguns de seus anjos para tornar a vida na Terra menos díficil. Estes anjos vem com objetivos próprios demonstrando com ações simples, firmes e coletivas como a prática do bem e da esperança de dias melhores, possa modificar a dura realidade que nos encontramos no dia-a-dia. Um de seus anjos voltou ao céu na noite desta terça-feira, concluindo com êxito sua enorme tarefa. No céu, este anjo até poderia ter outro nome, mas na Terra ela chamava-se Zilda Arns Neumann.

Todos conhecem o formidável trabalho que esta mulher fez à frente da Pastoral da Criança. Uma ação de inequívoco apelo social, mas também de grandeza moral. Em vez de usar as dificuldades da população pobre como matéria de proselitismo, a exemplo de um sem-par de ONGs movidas a vigarice política, Zilda seguia a máxima cristã: deixava-se conhecer pela Palavra, mas também pela obra. A famosa “farinha múltipla” salvou certamente milhares de vidas. Como poderia dizer o  o mentor espiriitual de Chico Xavier, Emmanuel: "o homem jactancioso está sempre rodeado pela ação benéfica de Espíritos iluminados e generosos, que, quanto mais revestidos de poder divino, mais se compadecem das fragilidades humanas, estendendo-lhes mãos acolhedoras para o caminho e jamais pronunciando juízos condenatórios diante do Senhor".. Zilda, como se diz, metia a mão na massa, trabalhava efetivamente para minorar o sofrimento daquelas pessoas que as esquerdas preferem chamar “os oprimidos”.

Ela agora  volta ao céu  nesta tragédia no Haiti, no momento em que  estava levando a aquele povo igualmente sofrido um pouco da sua luz, do seu amor e da sua sabedoria. Compreender a história deste anjo que deixará sempre saudade em nossos corações. O céu deve esta júbilo, pois recebe este anjo que com todo merecimento cumpriu bem sua atividade, com muita paz e discernimento.


Postar um comentário

2 Comentários

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!