Alcool a droga legal

Nos dias atuais as mídias de todos os tipos falam sobre o combate as drogas, os conflitos, a verdadeira guerra urbana que trava-se no Rio de Janeiro e em várias cidades de grande porte no Brasil.

Todos indicando caminhos e ações para tratamento e recuperação de dependentes, mas uma droga tão devastadora e pior, legal perante a lei e a sociedade, vai  lentamente  devastando lares e familias : a bebida alcóolica, ela representa faturamento de bilhões de dólares, patrocina eventos esportivos, tem empresas poderosas, uma máquina de marketing incrível. São até símbolos de cultura de povos: o whisky, na Escócia, bourbon, nos Estados Unidos, vinho e champagne na França, vodka, na Polônia e Rússia e finalmente cachaça no Brasil.

Multiplicam os casos de acidentes de trânsito com condutores embriagados, nem mesmo a Lei aprovada ano passado conseguiu mudar a conduta dos motoristas, durante alguns meses aliada a uma fiscalização rigorosa, os acidentes diminuíram, quando a fiscalização arrefeceu, tudo voltou ao cenário terrível anterior. Na reportagem neste domingo (01/11/2009) o programa Teledomingo   veiculado na RBS TV de Porto Alegre/RS, o ex-Ministro dos Transportes  Odacir Klein conta como a bebida acabou com sua vida e de sua família. Vejam o vídeo da entrevista no programa Teledomingo 








Nas novelas isto já foi amplamente debatido e mostrado, quem não lembra quando Renata Sorrah encarnava a alcoólatra Heleninha Roitman. Chocante, porque até então poucos sabiam do alcoolismo como doença e menos ainda, aceito e assim apresentado: por um rico (e mulher) como portador.

 Sua atuação foi de relevância ímpar para o enfoque desse dilema social. Atrevo-me até a dizer que Heleninha Roitmam foi um divisor de águas no trato da doença do alcoolismo no Brasil.Quem não conhece ou não lembra-se dela, veja o vídeo abaixo










Além da Heleninha, tivemos a professora Santana, de Mulheres Apaixonadas e tantos outras personagens que trouxeram-nos esta triste realidade para nossos lares. E ai eu pergunto: È legal? Talvez até seja, seus efeitos nefastados é que não. Irresponsabilidade, comportamentos alterados, perda de reflexos. Vejam nesta matéria do Detran - PA , ÁLCOOL NÃO COMBINA COM TRÂNSITO E COM VIDA.   Agora é com você, decida-se pela vida ou pela bebida,.

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Bem lembrado, Geraldo. Apesar de todos os problemas que discutem no país, o alcool é a mais silenciosa das drogas que afetam milhões de pessoas e seus familiares. enquanto alguém estiver ganhando dinheiro com a propganda, vai ser difícil os governos proibirem como fizeram com o fumo.

    grande abraço.

    Paz e Luz!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!