Você e a Inovação

"A palavra inovação foi introduzida no contexto empresarial em 1939 pelo austríaco Joseph Schumpeter, criador da Teoria do Desenvolvimento Econômico. Ele defendia que as rupturas nos paradigmas tradicionais em relação a produtos, processos ou mercados ajudam a desencadear os ciclos de crescimento da economia.Passados 70 anos da publicação da teoria de Schumpeter, o termo inovação deixou de ser tratado apenas na esfera da macroeconomia para transformar-se em uma das bases atuais da administração empresarial." ( Revista CIO Julho / Agosto 2009).

Esta palavra e estas práticas definitivamente se incorporarem no ambiente macro-econômico como torres basilares para a moderna administração empresarial. Hoje a inovação pode atingir processos, produtos e serviços que realmente se destaquem em universo mais amplo da concorrência. Afinal, se a inovação criar novas receitas a longo prazo, aumentar os níveis de vendas e consequentemente elevar o market - share, isto pode ser considerado um processo inovativo. 

Em mercado competitivos tudo que diferencia e inova ganha destaque. A vitória da tecnologia Blu-Ray sobre a HD-DVD foi apenas um exemplo de como a inovação por um tecnologia viável sempre se sobrepõe sobre aquelas visionárias. 

Porém algumas atitudes acabam por refrear a inovação:

  • Não capacitar as pessoas envolvidas  e nem lhes dar ferramentas para iniciar o processo
  • Atrasar o inicio dos processo com medo dos riscos envolvidos
  • Não entender que a inovação deve fazer da cultura da empresa no seu todo, não apenas delegando para um setor a responsabilidade.
  • Analisar todas as sugestões com cuidado e não dificultar que elas tenham origem onde menos se espera.
  • Estar disposto a arriscar e não ter medo de fracassar, que isto não seja motivo para negar novas tentativas e riscos.
Por isto é importante acreditar que devemos pensar nos aspectos de nossas vidas de maneira mais crítica, pensando onde eu posso ser melhor, analisando meus pontos fortes e fracos, analisando com frieza sobre todas as informações que dispomos. Teremos assim uma boa base para pensar em resultados e projetos viáveis. Não fique constrangido em compartilhar idéias e propostas com pessoas que possam auxiliar na montagem  e na aferição dos resultados simulados, assim teremos uma melhor garantia de aprovação pelos gestores.
 
 

Postar um comentário

0 Comentários