A Parábola da Flecha Envenenada

Recebi por feed (no Twitter) do Portal dos Administradores (acreditem eu sou um) este artigo, que achei muito interessante, nos faz pensar muito nas nossas escolhas e prioridades. Afinal somos o produto de nossas decisões, andar em círculos nunca nos levarão a nada e a lugar nenhum. Vamos lá a transcrição da Parábola:

Suponhamos um homem trespassado por uma flecha envenenada e que seus parentes e amigos tenham resolvido chamar um cirurgião para retirar a seta e pensar a ferida.

Mas o homem ferido objetou, dizendo : “Esperem um pouco. Antes que retirem a flecha, quero saber quem a atirou. Foi um homem ou uma mulher? Foi algum nobre ou um camponês? De que era feito o arco ? O arco que atirou a flecha era grande ou pequeno? De que era feita a corda do arco? Era ela feita de fibra ou de tripa? A seta era de rota ou de junco? Que tipo de penas eram usadas? Antes que extraiam a seta, quero saber tudo a respeito dessas coisas. “

Assim, que poderá acontecer ao homem ferido ?

Antes que todas essas informações possam ser obtidas, seguramente, o veneno terá tempo de circular em todo o sistema e o homem poderá morrer. A primeira providência a ser tomada é retirar a flecha, para que seu veneno não se espalhe.

Quando o fogo da paixão está assolando e ameaçando o mundo, questões como qual a composição do universo ou qual a organização ideal da comunidade humana não têm nenhuma importância.

A resposta à indagação se o universo tem limite ou se é eterno pode ser relegada, até que um meio de extinguir os sofrimentos do nascimento, velhice, doença e morte seja encontrado. Diante da lamentação, da tristeza, do sofrimento e da dor, deve-se primeiro procurar um meio para solucionar estes problemas e dedicar-se à prática desse meio.

É importante saber e aquilo que não o é. Isto é, aprender aquilo que devemos aprender e que devemos remover e dedicar-se em esclarecer aquilo que deve ser esclarecido. O problema não existe quando ele é encarado de frente. Quando ele existe há algo que não aceito a ser descoberto, mas onde ? Sem essa resposta, a dúvida plantada faz brotar a mágoa e o ressentimento.

Portanto, os homens deveriam primeiro discernir que questão é de primordial importância, que problema deve ser solucionado primeiro, que questão lhes é mais urgente. Para fazer tudo isso, devem primeiro treinar suas mentes, isto é, devem procurar o controle mental.


Você já refletiu sobre a flecha envenenada que pode estar na sua vida hoje?

Como assim???!!!

Uma das reflexões da flecha é acerca da prioridade. Ou seja, ao que damos valor primeiro.

A prioridade de sua vida são seus prazos? Nada além de contestações, iniciais, cautelares, apelações, etc…

Repense a sua fecha!

Não pensar na estratégia é deixar o veneno correr solto…

Na estratégia temos novos negócios, mais faturamento e desenvolvimento.

Na operação (prazos) temos apenas solução de problemas e não negócios.

Mas, como estar na estratégia sem prejudicar a operação?

Investimento é a resposta.

Mais vale a pena investir num advogado para fazer prazos e audiências (dependendo do caso), e investir teu tempo em novos negócios, do que deixar o veneno circular e esta roda viva de prazos te deixar sem fôlego para o restante do negócio!

Permita ao seu negócio um diferencial: Seja você o diferencial!

Pense sobre isto…

Uma ótima semana!!!

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Uma das reflexões da flecha é acerca da prioridade. Ou seja, ao que damos valor primeiro. Usei essa sua frase para resumir tudo, pois o seu post é muito interessante e penso que todos na internete deveriam tomar conhecimento do seu exemplo que diz tudo mesmo, deixo aqui o registro de lhe dar os meus sinceros parabéns pela escolha do tema para nos transmitir uma boa idéia.

    Leia mais: http://pharisfaces.blogspot.com/2009/08/parabola-da-flecha-envenenada.html#ixzz0n1vqtW9n
    Under Creative Commons License: Attribution

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!