Bebê nasce para curar irmão na Espanha

da France Presse, em Madri 

O primeiro bebê espanhol geneticamente selecionado para curar o irmão mais velho, vítima de uma grave anemia congênita, nasceu no domingo (12), em Sevilha (sul), anunciou o Serviço Andaluz de Saúde (SAS), em um comunicado divulgado nesta terça-feira (14). Javier, que nasceu com 3,4 quilos, é fruto da seleção in vitro de um embrião sem a anomalia genética que acomete seu irmão de seis anos. O embrião foi implantado no útero da mãe. 

O sangue do cordão umbilical do recém-nascido será implantado no irmão, mediante um transplante de medula. A idéia é curá-lo da beta talassemia maior, a forma mais grave de anemia congênita, devido a uma anomalia dos genes da hemoglobina. O objetivo é que células saudáveis do recém-nascido colonizem o organismo do irmão doente, permitindo-lhe fabricar glóbulos vermelhos sãos. 

O transplante deve ser realizado em até 20 dias. Há entre 70% e 90% de chances de que não seja rejeitado, explicaram, em entrevista coletiva, os médicos do Hospital Virgen del Rocío de Sevilha, onde o menino nasceu. A beta talassemia, que tem três variantes mais ou menos severas, é uma doença mais difundida entre as populações da bacia mediterrânea, Oriente Médio, sul e leste da Ásia, África e Antilhas.

Postar um comentário

1 Comentários

Obrigado por comentar!! Volte Sempre!!