Jovens líderes: veja quem são eles e quais desafios enfrentam


Criatividade. Com esta característica acentuada, alguns profissionais conseguiram conquistar cargos de liderança antes dos 25 anos de idade. São os chamados jovens líderes.

Segundo o diretor da empresa de soluções em Recursos Humanos, Grupo Soma, Antonio Carminhato, eles possuem, além da criatividade, força de vontade para agir. "Acontece da seguinte maneira: eles têm a idéia, agregam pessoas e acreditam no projeto, que vai se consolidando", explica.

Ainda sobre o perfil deste profissional, é possível dizer que estão, normalmente, entre os 22 e 23 anos de idade e em áreas poucos convencionais. De acordo com Carminhato, um exemplo é a área de tecnologia, para desenvolvimento de inovações na internet.

Desafios

Apesar de mostrarem competência, estas pessoas também encontram desafios no mundo corporativo, principalmente por causa da idade. Dependendo do ambiente em que trabalham, eles podem ser vistos com certa desconfiança.

"Se trabalha em uma empresa que só possui jovens, ele será bem aceito, mas quando há pessoas muito maduras, pode ser visto com certa insegurança", disse Carminhato.

Isso porque, de acordo com o diretor do Grupo Soma, o que acontece é que a pessoa mais jovem costuma ter pouca maturidade no relacionamento com o próximo, o que é essencial quando o assunto é uma posição de liderança, em que é preciso resolver conflitos, delegar e tomar decisões.

Para lidar com isso, ele indica que o líder explique as decisões que toma. A segurança aos membros da equipe não se conquista falando grosso e duramente, mas demonstrando que estava certo. "É a chamada constatação. Mostrar que, num determinado tempo, a visão que tinha era a mais clara".

Ponto positivo

Algo que os jovens líderes têm a seu favor é a visão de futuro, "o que pode demorar para o maduro perceber". "Hoje, a garotada está em profissões que, antes, não existiam. Eles têm a vanguarda de como será o mundo", afirmou.

Com a abundância de informação, Carminhato acredita que os jovens líderes devem se tornar cada vez mais comuns. "Se, há dez anos, você demorava dez anos para assimilar uma informação, hoje esse tempo já é de dez dias", afirma.

Fonte: UOL Economia / Portal da Administração

Postar um comentário

0 Comentários